Buscar

199 cursos e uma escolha. O problema profissional.

Atualizado: Fev 4

No baseball o terceiro strike te tira do jogo. Vamos ver se é o mesmo quando se escreve besteiras na internet. Provavelmente não, mas...


Bora para o que interessa.


Escolher uma profissão, a não ser para você que já sabe que quer ser engenheiro têxtil desde o jardim dois, não é fácil. Sei lá, obrigar uma pessoa entre 16 e 18 anos à decidir como presumidamente ela quer passar 40... 45?


Os próximos 50 anos da vida dela vivendo não me parece justo. E pensar nesse número só é mais e mais depressivo.


Além do que, um jovem dessa idade ainda não se desenvolveu por completo em diversos aspectos da vida, ainda não compreende por completo o lugar dele no mundo ou as regras da vida adulta.

Entrada no mercado de trabalho, 2019, colorizado

E é exatamente sobre esse problema que eu escrevo hoje. Quais os problemas mais comuns quando se quer escolher uma profissão. Por que realmente não é fácil decidir uma carreira, imagina quando você ainda tem que fazer sozinho.

Ta ai, 50 anos da minha vida!

A primeira delas é a mais óbvia. Que droga que eu faço? A lista de cursos da Fuvest está no momento em 199, segundo o guia do estudante. E o cidadão tem que escolher uma de cada vez e se não gostar tem que esperar pelo menos mais meio ano para tentar de novo.


Se pessoas mais velhas já tem ideias genéricas ou estereotipadas de profissões, imagina um jovem que não sabe muito sobre o mundo.


Conhecer as profissões é uma questão primordial. Não tem como escolher uma carreira sem saber do que ela se trata. Conhecimentos genéricos sobre o mundo profissional leva a diversas carreiras que levam pessoas a sofrer.

Como assim o médico é que opera, eu jurava que era o advogado

O segundo ponto é: Quem é você? Qual o seu objetivo? O que é importante para você?


Uma pergunta milenar, feita por diversas pessoas incríveis durante esse tempo. E agora feita por mim... Desculpem manchar a trajetória desses questionamentos, mas não tem como seguir sem eles.


Um jovem para escolher uma carreira tem que estar ciente do que ele quer, do que realmente importa para ele e tentar prever se aqueles valores ainda se mantém no futuro. Entender o que valeria mais para ele.

Um apicultor com alergia à abelhas, não é um bom apicultor

O jovem deve se perguntar, eu quero uma vida confortável sem muitas preocupações com dinheiro mas que giraria em torno do trabalho ou se os outros aspectos da vida são tão ou mais importantes. Que partes ele abdica e que partes da vida são fundamentais para ele.

Um pouco isso, só que com menos sangue. BEEEEM menos sangue.

E por fim, e talvez o mais difícil. A escolha.


Mas depois de tudo isso fica fácil, é só pegar a que mais parece com você.


Sim, mas não só... Escolher é abdicar de infinitos futuros, milhares de possibilidades, se jogar em insucesso profissional ou pessoal. Alguns jovens nunca escolheram nada na vida até os 17 anos, agora tem que escolher uma bomba.

Você nunca escolheu qual meia vai usar, você consegue escolher um fio. Vai, vai, vai!

Isso é o que realmente pesa.


E não escolher pode ser a ação mais segura nesse momento. Dar passos para escolher um futuro é tão importante quanto saber o caminho que deve ser trilhado. Conhecer os passos a serem dados e nunca dá-los é uma receita para o sofrimento.

Vamos Alice, desce logo o buraco e continua a história.

Mas por hoje é isso! Até!


#felicidade #psicologia #comportamento #emoção #sentimento #pop #humor #escolha #profissão #carreira #decisão

Se você está localizado em Sâo Paulo, Santo André, São Bernardo ou São Caetano ou tem facilidade de locomoção pelo metro, venha conhecer as nossas instalações.

A clínica localizada entre a Rua Bom Pastor e a Avenida Nazaré, próximo ao Museu do Ipiranga.

Próximo as estações Alto do Ipiranga e Sacomã da Linha 2 Verde do Metro.

Permita-me participar da sua mudança!

© 2019 por Gustavo Engelmann Cunha.